Para muitos na comunidade dançante, Dawn é um espírito superior que nos inspira a todos com o seu enorme calor humano e paixão pela dança. É sem dúvida um “role model” fora e dentro da pista de dança, onde é dos dançarinos mais divertidos e musicalmente intuitivos.

No entanto Dawn não se considera uma dançarina, mas sim música.

Hampton Family

De facto ela foi dos primeiros músicos femininos em palco, juntamente com a banda da sua família: The Hampton Family. Uma big band de 12 irmãos que fizeram parte da história do “Apollo Theater” e do “Savoy Ballroom” e que deu origem a algumas carreiras musicais a solo de enorme sucesso.
Dawn HamptonNo caso de Dawn, ela mudou-se para Nova York onde se tornou uma estrela de cabaret nos anos 50, ajudando jovens performers a vingarem no mundo do espectáculo.

amd-dawn-hampton-jpgDawn canta, dança, assobia, toca saxofone, mas acima de tudo é uma “world class entertainer”.
As aulas desta senhora são uma inspiração tão grande, que conseguiu por o David a chorar de emoção! Se tiverem a possibilidade, não percam a oportunidade de a conhecer!

Links: FacebookAll Music

Ver a Dawn Hampton a dançar amplifica a mera experiência de ouvir jazz e reforça brutalmente a ligação entre música e movimento. Neste vídeo podemos ver a enorme capacidade criativa e musicalidade desta senhora de 82 anos!

O momento aos 3:30 é simplesmente genial!

A Dawn é das mais notáveis back-leaders. Neste vídeo encontram-se vários exemplos onde ela se antecipa “ao líder” sugerindo mudanças de ritmo e/ou direcção. Claro que tal é facilitado pela sua enorme ligação à música que torna óbvia tais mudanças.

Este vídeo é um óptimo exemplo como os movimentos mais pequenos e simples podem ser os “mais poderosos”: 0:44, 0:55, 1:50, 2:27

Nenhum vídeo representa o espírito do Lindy Hop melhor do que este.
Quando nos perguntam “O que é isso do Lilly Pop?” Nós mostramos isto. Duas almas “de ouro” a partilharem a música, com alegria, improvisação e muita brincadeira.

De notar que Dawn tem 80 e Frankie 94 anos neste vídeo!

When I was 3 years old my dad put me out on stage and say “Do something!”… I wiggled a lot.

The music makes me dance. If the music does not move me I cannot dance. I realize I’m weird!

Find the dancer in you… I want you to fell the music… I want you to fell the beat.